Zé Geraldo e Marcelo Jeneci estão entre as atrações do Festival de MPB de Ilha Solteira

Evento gratuito acontece entre 30/10 e 2/11, e conta com patrocínio da CTG Brasil

Zé Geraldo, Marcelo Jeneci, Lilian Jardim e Orquestra Jovem de Ilha Solteira são alguns dos shows que vão integrar a 45ª edição do Festival Nacional de MPB de Ilha Solteira, que será realizado entre 30 de outubro e 2 de novembro. Promovido pelo Ministério da Cidadania, Secretaria Especial de Cultura e Fundação Cultural de Ilha Solteira, em parceria com a Prefeitura Municipal, o evento conta com patrocínio da CTG Brasil, via Lei de Incentivo à Cultura.

No primeiro dia de evento, 30 de outubro, será a vez do show Palco Ilhense, apresentação composta por três pocket shows realizados por cantores da cidade – Djalma Djah, os irmãos Denis e Alan Ferreira (da banda Pulso Acoustic Rock), e os músicos Pedro Zuquerato e Paulim Farinha (que formam o duo Raiz de Dois).

Já na quinta-feira, 31 de outubro, o Festival será aberto com show da cantora Lilian Jardim, que fará um tributo à roqueira Cássia Eller. Já na sexta-feira, 1º de novembro, logo depois das Eliminatórias da Fase Nacional, a atração será o cantor Marcelo Jeneci, que apresentará seu novo álbum, “Guaia”, no qual volta às origens ao homenagear o bairro em que cresceu, Guaianazes, em São Paulo (SP).

No sábado, 2 de novembro, a Orquestra Jovem de Ilha Solteira abre os shows do dia, seguida das apresentações da Final Nacional e do encerramento com o cantor Zé Geraldo.

Para a diretora de Marca, Comunicação e Sustentabilidade da CTG Brasil, Salete da Hora, patrocinar ações que levem mais lazer e cultura é um modo da empresa participar do desenvolvimento das regiões no entorno das usinas e também de reforçar seu compromisso com essas comunidades. “Projetos que agregam valor para as pessoas, isso é que nos inspira”, diz Salete.

Neste ano, o 45º Festival Nacional de MPB de Ilha Solteira recebeu inscrições de 116 cidades do Brasil, de 19 Estados. Além disso, o Festival também recebeu inscrições vindas de outros três países: Colômbia, Japão e Portugal.