CTG Brasil completa aquisição de três empresas da Triunfo

A CTG Brasil completou hoje a aquisição de três empresas antes pertencentes à Triunfo Participações e Investimentos (TPI): a Rio Verde Energia (que opera a usina hidrelétrica de Salto, em Goiás), a Rio Canoas Energia (que opera a usina hidrelétrica de Garibaldi, em Santa Catarina) e a Triunfo Negócios de Energia (comercializadora de energia baseada em Curitiba, no Paraná).

A CTG Brasil investiu R$ 966,7 milhões nessa transação, além de assumir a dívida líquida das três empresas adquiridas, que, em 30 de setembro de 2015, era de R$ 758,1 milhões – o que representa um investimento total de R$ 1,72 bilhão. Há potenciais valores adicionais a serem pagos, sujeitos ao cumprimento de certos requisitos que beneficiarão tanto a CTG Brasil como a TPI. Essa operação representa mais um importante passo nos planos da CTG Brasil de se tornar uma empresa de relevância no mercado brasileiro de energia limpa.

Além disso, essa operação está alinhada à estratégia da empresa de fortalecer sua presença no país por meio de aquisições e pelo desenvolvimento de novos empreendimentos. O Brasil é um mercado prioritário para a CTG por sua ampla capacidade de geração de energia hidrelétrica e pelo potencial para a construção e operação de usinas de grande porte. A CTG Brasil pretende investir em fontes de energia limpa, com menor impacto sobre o aquecimento global. O portfólio da companhia soma hoje uma capacidade instalada proporcional de 1.0 GW, incluindo os ativos adquiridos da TPI.

“Estamos muito satisfeitos de termos completado essa aquisição”, afirma Li Yinsheng, CEO da CTG Brasil. “Essa aquisição, somada ao leilão das hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira que ganhamos no último dia 25 de novembro, são demonstrações claras de nossa intenção de investir e crescer no Brasil, mercado prioritário na nossa estratégia de expansão internacional”.

No dia 25 de novembro, a CTG Brasil venceu o leilão organizado pelo governo brasileiro para a operação das usinas hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira com uma outorga de R$ 13,8 bilhões. A empresa apresentou uma oferta de R$ 2,38 bilhões sem desconto sobre a Receita Anual da Geração (RAG) pelos 70% contratados no Mercado Regulado.